Pé plano flexível da criança 

Pé plano flexível da criança

O pé plano flexível da criança é muito comum. Os pais ou familiares geralmente ficam preocupados que a ausência ou a presença de um arco plantar baixo nos pés da criança leve a uma deformidade ou deficiência permanentes. O pé plano flexível, geralmente, é indolor e não interfere na capacidade de andar e de participar de atividades físicas das crianças e a maioria das crianças vai crescer normalmente sem nenhum problema. 
Quando a criança com pé plano flexível fica em pé, o arco plantar desaparece. Quando ela senta ou fica na ponta dos pés, esse arco reaparece.

Arco plantar aparece extendendo o halux

Essa alteração geralmente acomete ambos os pés de forma simétrica e é considerada uma variação do normal, pois os músculos e articulações do pé funcionam normalmente. 
A maioria das crianças com pé plano não desenvolverão o arco plantar antes dos 5 anos de idade, e algumas nunca o desenvolverão. Em algumas situações, outras pessoas da família podem ter a mesma condição. Por isso, o grande objetivo dos ortopedistas é conscientizar os familiares de que se trata de uma condição normal. 
Por ser uma variação do normal, a indicação para tratamento ocorre somente quando a criança demonstra algum desconforto, sendo que na maioria das vezes, a realização de alongamentos da panturrilha será suficiente nessas situações. O uso de palmilhas ou botinhas ortopédicas não é recomendado para uma possível correção do pé plano flexível. 
Importante salientar que existem outras condições que podem se apresentar como pé plano, inclusive com eventual indicação de outros tratamentos, sendo até cirúrgicos, portanto em caso de dúvidas procure seu ortopedista de confiança para que ele possa examinar os pés da crianças e dar as orientações necessárias. 
 
Dr Rodrigo Tormin Ortiz é ortopedista e traumatologista, com gradução pela Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp e residência médica pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. 

Deixe um comentario