Os bebês também precisam de rotina?

Por outubro 30, 2017 Bem-Estar, Cuidados Sem comentários
Rotina Bebê

Quando o bebê é pequeno fica difícil se programar para qualquer situação pois nossas vidas ficam guiadas por eles. Sua vontade de comer, brincar, dormir (ou não!) e tudo gira em torno disso já que em aleitamento materno toda hora é hora e isso deve ser importante para o sucesso mesmo que muitas mamães se sintam super cansadas.

Com o tempo, o bebê vai adiquirindo um ritmo diferente e passa a agir de maneira mais ordenada, geralmente em torno do segundo para o terceiro mês de vida passando a dormir quase a noite toda e mesmo para os bebês em aleitamento exclusivo não é (de verdade!) obrigatório acordar o bebê para mamar. Ele pode sim dormir tranquilo e você também!

Dentro desse contexto, pequenas rotinas mesmo na fase inicial devem ser implantadas e mantidas na medidas do possível de acordo com o horário e a rotina da família. Ter horário para tomar banho, brincar com a mamãe, fazer uma massagem no neném, ficar um tempo com o papai e estabelecer rotinas de sono devem fazer parte sim deste momento.
A partir da confusão inicial que a chegada do pequeno(a) causa, da adaptação da amamentação, da presença de outra(s) crianças em casa deve se estabelecer “alguma” organização que aos poucos vai virando o rotina para aquela criança e sua família.

Regrinhas de ouro para seu bebê ter rotina:

  • Amamentar em um local calmo, arejado e tranquilo para a mãe e o bebê;
  • Ter um horário ou período (manhã, tarde ou noite) certo para o banho desde o começo;
  • Deixar as roupas e meias separadas para aquele dia (você pode fazer isso na véspera ou logo cedo assim que tiver um tempinho);
  • Deixar o bebê ter um tempo com o pai na hora que ele chega do trabalho.Você descansa um pouco e esse contato estreita o vínculo deles, além de fazer com que ele participe mais. Nesta hora, saia de perto e deixe ele se virar um pouco;
  • Estabecer sonecas durante o dia, com claridade e os barulhos da casa para o bebê se acostumar e aos poucos aprender a diferenciar o dia da noite;
  • Tentar sempre fazer o bebê dormir no seu berço (há risco de sufocamento dividindo cama com os pais) e assim que possível no seu quarto para se adaptar no seu espaço,
  • Assim que ele passar a dormir a noite toda, por volta dos 2-3 meses (alguns até antes!) deixe o bebê dormir – bebês que estão ganhando bem peso e sem outras comorbidades vão dar o seu ritmo rápido. Converse com o seu pediatra;
  • Após os seis meses quando começar a introdução alimentar procure oferecer sempre no mesmo horário e se organize para isso. Com o tempo ele vai entender toda a rotina de horários de comer;
  • Refeições sempre na cadeira própria com a criança com o cinto e bem posicionada. Coloque a cadeira junto a mesa de refeições da família para que ele vá se acostumando a comer com os pais. Lembrem-se: sem TV ou distrações. Hora de comer é coisa séria!
  • De noite na hora do sono, você deve estabelecer uma rotina (teremos um post sobre rotina de sono em breve!), pouca luz, barulho e excesso de estímulo;
  • No começo é difícil, mas com empenho e regularidade tudo se ajeita e a vida fica mais fácil para toda a família. Nos finais de semana tente manter ao máximo os horários das refeições, soneca e banho. Programe seu dia antes e esteja sempre atenta a imprevistos.

Sair da rotina também faz parte e tudo bem, mas só de vez em quando… Crianças com rotina dormem melhor, comem melhor e aproveitam mais o dia com os pais e todo mundo ganha!

Deixe um comentario