Introdução Alimentar: quando iniciar?

alimentacao

A Sociedade Brasileira de Pediatria, OMS e a Academia Americana de Pediatria recomendam: introdução alimentar no sexto mês de vida para crianças em aleitamento materno exclusivo, aleitamento misto (seio materno e fórmula láctea) e TAMBÉM as que fazem uso somente de fórmulas lácteas.
Antigamente, era comum a introdução precoce de alimentos, de maneira geral, em torno dos 4 meses de vida e até antes! Aquele famoso suquinho ou chá e até frutas… Você pode ter sido uma pessoa que comia de “tudo” com 4 meses como diz a sua mãe, mas estudando muito, as sociedades médicas ao redor do mundo sabem hoje que talvez isso tenha sido precoce demais.

Quais os motivos?

– Antes dos 6 meses, o bebê não tem maturidade neurológica e fisiológica suficiente para ingestão da alimentação complementar;
– Aproximadamente após os 6 meses de vida, o reflexo de protusão da língua (aquele que faz o bebê colocar a língua para fora sempre que coloca algo na boca) diminui e assim facilita a ingestão de alimentos semi-sólidos;
– Os bebês menores de 6 meses não possuem enzimas digestivas suficientes para facilitar a digestão dos novos alimentos;
– Existe maior risco de desenvolvimento de alergias alimentares (tanto a introdução precoce ou tardia);
– O bebê deve saber sentar com apoio (o que ocorre em torno dos 6 meses) para ter mais segurança quando estiver comendo;
– Leite de vaca e seus derivados são a maior causador de alergia alimentar e demais alergias quando introduzido antes dos 12 meses.

O aleitamento materno deve ser incentivado e apoiado! O leite materno continua sendo o melhor alimento para o seu bebê. Mesmo que ele mame fórmula, ainda sim ela conterá tudo que o seu bebê precisa até o sexto mês de vida. Os bebês têm curiosidade com tudo e claro que, se você ou alguém perto estiver comendo algo, eles vão querer tocar e levar a boca, mas isso não é “vontade” de comer algo diferente.
A alimentação adequada e equilibrada deve ser recomendada a partir do sexto mês pelo seu pediatra de confiança. Lembrando que a introdução alimentar é um processo e que cada bebê tem o seu tempo.
A alimentação tem o nome de complementar nesta fase não é à toa, já que o leite materno e/ou fórmula será o principal alimento e fonte de energia do bebê até os 12 meses. Até lá, saiba que ele vai crescer super bem, continue seguindo seus instintos e tenha certeza que seu leite NÃO é fraco e sim o melhor para seu filho(a).
Caso você não amamente, você não é menos mãe!! Talvez tenha faltado apoio, acolhimento e informação. A fórmula que você oferece com todo amor também será o melhor para ele até a hora certa.
Infelizmente ainda vemos pediatras seguindo orientações antigas e recomendando introdução alimentar antes do tempo, mas nunca é demais saber a informação correta e questionar em caso de dúvida! Toda família quer oferecer o melhor para o seu bebê!

Deixe um comentario