Vamos falar sobre colostro e apojadura?

Vamos falar sobre apojadura e colostro

Que tal uma palavrinha sobre amamentação?

A barriga vai crescendo, a hora mais esperada vai chegando e muitas dúvidas vão surgindo.

Se é mãe de primeira viagem tudo é novo.

E mesmo que já seja mãe, as dúvidas continuam surgindo.

Conversando com uma amiga que está esperando o primeiro filho, ela me perguntou sobre a amamentação. Tranquilamente, comecei a falar sobre o colostro e a apojadura e então percebi uma carinha de ponto de interrogação.

O que é colostro? O que é apojadura?

Sei que muitas mamães devem ter a mesma dúvida, então vamos lá:

O colostro 

O colostro é o primeiro leite produzido após o parto.

É um liquido espesso, com cor amarela, esbranquiçada ou transparente.

É diferente do leite e antecede sua produção, mas também sai do seio materno, e apesar de ser produzido em pequena quantidade, tem todos os nutrientes necessários para alimentar adequadamente o recém-nascido.

O colostro possui grande quantidade de proteínas e de agentes de defesa contra infeções como imunoglobulinas A, lactoferrina, células brancas (leucócitos), citoquinas, entre outros.

É considerado a primeira vacina que os bebês recebem!

Tem sabor salgado por conter potássio e sódio e, apesar de terem as mesmas vitaminas e mineiras, o leite contém mais gordura e carboidratos.

É rico em vitaminas E, K e A, que ajuda na proteção dos olhos. Além disso, a importância do colostro também se dá no amadurecimento do intestino. Com esse estimulo, o mecônio é eliminado com rapidez, evitando e prevenindo a icterícia.

Na maioria das mulheres, a produção do colostro começa no último trimestre da gravidez, mas é normal que algumas gestantes tenham antes ou só após o nascimento. No caso da produção antes do parto, é comum que ocorra algumas secreções nesse período. Após o nascimento do bebê, a produção do colostro aumenta durante cerca de uma semana, tempo suficiente para nutrir o seu filho com seus muitos benefícios. Os bebês recém-nascidos tem estômago muito pequeno, então a “pequena” quantidade de colostro que o bebê mama já garante uma nutrição boa, sem necessidade de complemento.

A Apojadura

Apojadura é o preparo da mama para a produção de leite que, geralmente, acontece até cinco dias após o parto. As mamas ficam maiores e bem cheias, algumas vezes quentes. O primeiro leite que sai, após a apojadura, é o colostro, que falamos antes, e dura até o 7º dia pós-parto.

A apojadura varia de acordo com o estímulo que a mama recebe: a amamentação em livre demanda acelera a descida do leite, ou seja, a apojadura acontece logo e é rápida.

É uma ação hormonal que dilata os alvéolos, onde é produzido o leite, e todas as estruturas da mama envolvidas com a lactação, para aumentar a produção de leite. É uma espécie de preparação da mama para a descida de leite, uma vez que o fenômeno provoca a dilatação das estruturas por onde irá passar o leite.

O que pode atrapalhar a apojadura?  Compressas e banhos quentes, remédios para diminuir leite, não amamentar.

E o que vai ajudar? Amamentação a livre demanda, fazer massagem e tentar retirar o leite para aliviar a pressão interna.

Colocar compressas frias pode ajudar a melhorar a dor da apojadura.

Deixe um comentario